InternacionalPolítica

Tensão na Fronteira: Estados Unidos oferece ajuda humanitária para Venezuela, mas Maduro recusa

634views

Tensão na fronteira com a Venezuela!

A crise na Venezuela toma novos contornos com momentos de grande turbulência, seja de ordem econômica e até humanitária.

De acordo com publicação no jornal americano, The Washington Post, a ponte denominada tienditas ou ponte das tendas, que fica localizada na fronteira entre Colombia e Venezuela, foi bloqueada para impedindo a entrada de mantimentos oriundos da ajuda internacional ao país sul-americano.

A ponte, que é dividida em três pistas, foi totalmente bloqueada. Duas das pistas estão ocupadas por contêineres de entrega e uma por uma carreta de combustível.

O país sul-americano vive seguramente uma das suas piores crises oriunda inicialmente da queda do preço do petróleo e subsídios estatais em excesso. A situação se agravou e parece insustentável. O novo líder Ruan Guaidó, que é considerado pelos americanos como presidente interino do país, demonstrou interesse na ajuda humanitária internacional.

Já o senador da Flórida, Marco Rubio, salientou em sua rede social que há 50 toneladas de materiais para ajuda humanitária na fronteira da Venezuela e que o futuro dos líderes militares na era pós maduro dependerá em grande parte da permissão que essa ajuda chegue ao povo do país.

Ainda de acordo com Rubio, o governo de Maduro impediu a entrada de comida e produtos medicinais, mas advertiu que os líderes militares da Venezuela precisam fazer a escolha de defender o povo ou um ditador, tal fala foi proferida também pelo presidente interino Juan Guaidó.

O OUTRO LADO

Um dos sites pró-governo sugeriu que os “mantenedores da paz”estavam a caminho da Venezuela para raptar o país de seu povo.

Em pronunciamento, Maduro disse que não necessita de ajuda americana e que o povo venezuelano não é “mendigo”.

Com informações do The Whashington Post

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com