Política

Imprensa reafirma: Bolsonaro é um ditador

1.11Kviews

A serviço da desinformação, grandes veículos de comunicação dedicaram hoje parte do seu “escasso tempo” para reafirmar um discurso dissonante, embasado em achismos e doses de loucura.

Toda essa euforia tem um único objetivo: estampar em Bolsonaro o amor a regimes antidemocráticos.

A análise fica ainda mais interessante quando constatamos que se trata da mesma parcela dos jornalistas silentes ao tratar de assuntos ligados ditaduras outrora instaladas na América Latina, a exemplo da Venezuela e Cuba.

Apesar de discursar em um ambiente hostil, onde parte irresponsável defendia a intervenção militar, Bolsonaro reafirmou o seu apreço a democracia quando transcreveu que o poder é exercido pelo povo: “é, agora, o povo no poder”. Traduzindo as frases constitucionais que garantem que “todo o poder emana do povo”.

Salientou ainda que: “mais que por direito, vocês tem a obrigação de lutar pelo País de vocês”.

Além disso reiterou o discurso de campanha:

“Contem com o Presidente para fazer tudo o que for necessário para manter a nossa democracia e garantir aquilo que é mais sagrado entre nós, que é a nossa liberdade”, pontuou.

Aparentemente a interpretação, que era uma das principais qualidades jornalísticas, foi deixada de lado com o intuito de politizar tudo e todos. A imprensa escarnece e dialeticamente empobrece, fornecendo uma visão turva e míope, na intenção de tergiversar a opinião pública ao seu apetite voraz e veros.

Renan Barbosa é bacharel em direito pela Faculdade de Rondônia;

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com