EspeciaisOpinião

Mega-Sena: Prefeitura perde terras e empresas lucram com a venda

655views

Imagine que você se tornou um grande empresário e, de quebra, ganhou um terreno bem localizado, próximo aos grandes hospitais de sua cidade onde a “paz reina” e os “passarinhos cantam logo ao raiar do dia”.

O terreno foi doado por sua mãe, que é uma prefeitura de uma capital… em troca você deveria realizar uma construção de uma grande indústria. Contudo, você, mancebo e tenaz, não precisou construir sequer uma tapera… não gastou com caminhões de terra e, arre-égua! com o decorrer dos anos a prefeitura se esqueceu da promessa que tinha lhe feito entre muitas outras: “[…] meu filho, construa a obra ou lhe tomarei o seu terreno […]”.

A câmara de vereadores edita uma nova norma, lhe perdoando de todo o seu desleixo com claro intuito de lhe beneficiar. A norma contribui com o seu patrimônio e uma galera marota também vai na onda. Todo esse pessoal é considerado amigo da lei.

O momento de glória se aproxima quando você vê “invasores” ou “potenciais compradores” em sua terra. São pessoas miseráveis, simples e de baixo conhecimento educacional… não entendem direito e muito menos de direito….. além disso desconhecem os aspectos legais que os apoiem na justiça estadual.

Você, inteligente, coloca um maquinário no bairro visando a destruição das moradias e logo depois chama os moradores para um acordo putrefato, visando legalizar um problema que seria resolvido pelo usucapião de suas terras.

No contrato surgem cláusulas abusivas que de alguma forma alguém, na cegueira infindável da análise literária, homologou. Parcelas que vão até o fim da vida, negociações onde somente você leva a melhor e no fim todas as pessoas ou súditos se comprometem….

Seria uma utopia? Não….. Isso aconteceu… E os fatos virão a superfície em breve….

Autor: Renan da Silva Barbosa

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com